Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008

'Into the night' - Carlos Santana & Chad Kroeger

Like a gift from the heavens
It was easy to tell
It was love from above
That could save me from hell
She had fire in her soul
It was easy to see
How the devil himself could be pulled out of me
There were drums in the air
As she started to dance
Every soul in the room keeping time with their hands

And we sang a, away, away, away
And the voices rang like the angels sing
And singing a, away, away, away
And we danced on into the night
And we danced on into the night

Like a piece to the puzzle that falls into place
You could tell how we felt from the look on our faces
We were spinning in circles with the moon in our eyes
No room left to move inbetween you and I
And we forgot where we were
And we lost track of time
And we sang to the wind as we danced through the
night

And we sang a, away, away, away
And the voices rang like the angels sing
And singing a, away, away, away
And we danced on into the night
And we danced on into the night
And we danced on into the night

Like a gift from the heavens
It was easy to tell
It was love from above
That could save me from hell
She had fire in her soul
It was easy to see
How the devil himself could be pulled out of me
There were drums in the air as she started to dance
Every soul in the room keeping time with their hands

And we sang a, away, away, away
And the voices rang like the angels sing
And singing a, away, away, away
And we danced on into the night
A, away, away, away
And the voices rang like the angels sing
And singing a, away, away, away
And we danced on into the night
A, away, away, away
A, away, away, away
Singing a, away, away, away
And we danced on into the night

Música: Into the night
Publicado por Anamel às 17:43

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

'River' - Sarah McLachlan

It's coming on Christmas
They're cutting down trees
They're putting up reindeer
And signing songs of joy and peace
Oh I wish I had a river
I could skate away on

But it don't snow here
It stays pretty green
I'm going to make a lot of money
Then I'm going to quit this crazy scene
Oh I wish I had a river
I could skate away on

I wish I had a river so long
I would teach my feet to fly
I wish I had a river
I could skate away on
I made my baby cry

Well she tried hard to help me
You know, she put me at ease
And she loved me so naughty
Made me weak in the knees
Oh I wish I had a river
I could skate away on

I'm so hard to handle
I'm selfish and I'm sad
Now I've gone and lost the best baby
That I ever had
Oh I wish I had a river
I could skate away on

I wish I had a river so long
I would teach my feet to fly
I wish I had a river
I could skate away on
I made my baby say goodbye

Well It's coming on Christmas
They're cutting down trees
They're putting up reindeer
Singing songs of joy and peace
God I wish I had a river
I could skate away on
Música: River
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 14:15

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

'In the arms of an Angel' - Sarah McLachlan


Spend all your time waiting for that second chance
For the break that will make it ok
There's always some reason to feel not good enough
And it's hard at the end of the day
I need some distraction oh beautiful release
Memories seep from my veins
They may be empty and weightless and maybe
I'll find some peace tonight

In the arms of an Angel fly away from here
From this dark, cold hotel room, and the endlessness that you fear
You are pulled from the wreckage of your silent reverie
You're in the arms of an Angel; may you find some comfort here

So tired of the straight line, and everywhere you turn
There's vultures and thieves at your back
The storm keeps on twisting, you keep on building the lies
That you make up for all that you lack
It don't make no difference, escaping one last time
It's easier to believe
In this sweet madness, oh this glorious sadness
That brings me to my knees

In the arms of an Angel far away from here
From this dark, cold hotel room, and the endlessness that you fear
You are pulled from the wreckage of your silent reverie
In the arms of an Angel; may you find some comfort here

You're in the arms of an Angel; may you find some comfort here

Música: In the arms of an Angel
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 14:08

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

'Menina dos olhos de água' - Pedro Barroso

 

Menina em teu peito sinto o tejo
E vontades marinheiras de aproar
Menina em teus lábios sinto fontes
De água doce que corre sem parar
Menina em teus olhos vejo espelhos
E em teus cabelos nuvens de encantar
E em teu corpo inteiro sinto feno
Rijo e tenro que nem sei explicar
Se houver alguém que não goste
Não gaste, deixe ficar
Que eu só por mim quero te tanto
Que não vai haver menina para sobrar
Aprendi nos 'esteiros' com soeiro
E aprendi na 'fanga' com redol
Tenho no rio grande o mundo inteiro
E sinto o mundo inteiro no teu colo
Aprendi a amar a madrugada
Que desponta em mim quando sorris
És um rio cheio de água lavada
E dás rumo à fragata que escolhi
Se houver alguém que não goste
Não gaste, deixe ficar
Que eu só por mim quero te tanto
Que não vai haver menina para sobrar

Música: Menina dos olhos de água
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 14:02

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

'La solitudine' - Laura Pausini

Marco se n'è andato e non ritorna più
e il treno delle 7:30 senza lui
è un cuore di metallo senza l'anima
nel freddo del mattino grigio di città
a scuola il banco è vuoto, marco è dentro me
è dolce il suo respiro fra i pensiere miei
distanze enormi sembrano dividerci
ma il cuore batte forte dentro me

chissà se tu mi penserai
se con i tuoi non parli mai
se ti nascondi come me
sfuggi gli sguardi e te ne stai
rinchiuso in camera e non vuoi mangiare
stringi forte a te il cuscino
piangi e non lo sai quanto altro male ti farà la
solitudine

marco nel mio diario ho una fotografia
hai gli occhi di bambino un poco timido
la stringo forte al cuore e sento che ci sei
fra i compiti d'inglese e matematica
tuo padre e i suoi consigli che monotonia
lui con il suo lavoro ti ha portato via
di certo il tuo parere non l'ha chiesto mai
ha detto "un giorno tu mi capirai"

chissà se tu mi penserai
se con gli amici parlerai
per non soffrire più per me
ma non è facile lo sai
a scuola non ne posso più
e i pomeriggi senza te
studiare è inutile tutte le idee si affollano su te
non è possibile dividere la vita di noi due
ti prego aspettami amore mio...
ma illuderti non so!
la solitudine fra noi
questo silenzio dentro me
è l'inquietudine di vivere la vita senza te
ti prego aspettami perché
non posso stare senza te
non è possibile dividere la storia di noi due
Música: La solitudine
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 00:18

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

'Bubbly' - Colbie Caillat

I've been awake for a while now
you've got me feelin like a child now
cause every time I see your bubbly face
I get the tinglies in a silly place

It starts in my toes
makes me crinkle my nose
where ever it goes I always know
that you make me smile 
please stay for a while now
just take your time 
where ever you go

The rain is fallin on my window pane
but we are hidin in a safer place
under the covers stayin safe and warm
you give me feelins that i adore

It starts in my toes
makes me crinkle my nose
where ever it goes
I always know
that you make me smile 
please stay for a while now
just take your time 
where ever you go

What am I gonna say
when you make me feel this way
I just........mmmmmmmmmmm

It starts in my toes
makes me crinkle my nose
where ever it goes
I always know
that you make me smile 
please stay for a while now
just take your time 
where ever you go

I've been asleep for a while now
You tucked me in just like a child now
Cause every time you hold me in your arms
I'm comfortable enough to feel your warmth

It starts in my soul
And I lose all control 
When you kiss my nose
The feelin shows
Cause you make me smile
Baby just take your time
Holdin me tight

Where ever, where ever, where ever you go
Where ever, where ever, where ever you go.....
Música: Bubbly
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 00:00

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008

'How to save a life' - The Fray

Step one you say we need to talk
He walks you say sit down it's just a talk
He smiles politely back at you
You stare politely right on through
Some sort of window to your right
As he goes left and you stay right
Between the lines of fear and blame
And you begin to wonder why you came

Where did I go wrong, I lost a friend
Somewhere along in the bitterness
And I would have stayed up with you all night
Had I known how to save a life

Let him know that you know best
Cause after all you do know best
Try to slip past his defense
Without granting innocence
Lay down a list of what is wrong
The things you've told him all along
And pray to God he hears you

Where did I go wrong, I lost a friend
Somewhere along in the bitterness
And I would have stayed up with you all night
Had I known how to save a life

As he begins to raise his voice
You lower yours and grant him one last choice
Drive until you lose the road
Or break with the ones you've followed
He will do one of two things
He will admit to everything
Or he'll say he's just not the same
And you'll begin to wonder why you came

Where did I go wrong, I lost a friend
Somewhere along in the bitterness
And I would have stayed up with you all night
Had I known how to save a life

Música: How to save a life
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 23:54

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

'Rosalinda se tu fores ver o mar' - Fausto

Por este rio acima 
Deixando para trás 
A côncava funda 
Da casa do fumo 
Cheguei perto do sonho 
Flutuando nas águas 
Dos rios dos céus 
Escorre o gengibre e o mel 
Sedas porcelanas 
Pimenta e canela 
Recebendo ofertas 
De músicas suaves 
Em nossas orelhas 
leve como o ar 
A terra a navegar 
Meu bem como eu vou 
Por este rio acima 

Por este rio acima 
Os barcos vão pintados 
De muitas pinturas 
Descrevem varandas 
E os cabelos de Inês 
Desenham memórias 
Ao longo da água 
Bosques enfeitiçados 
Soutos laranjeiras 
Campinas de trigo 
Amores repartidos 
Afagam as dores 
Quando são sentidos 
Monstros adormecidos 
Na esfera do fogo 
Como nasce a paz 
Por este rio acima 

Meu sonho 
Quanto eu te quero 
Eu nem sei 
Eu nem sei 
Fica um bocadinho mais 
Que eu também 
Que eu também 
meu bem 

Por este rio acima 
isto que é de uns 
Também é de outros 
Não é mais nem menos 
Nascidos foram todos 
Do suor da fêmea 
Do calor do macho 
Aquilo que uns tratam 
Não hão-de tratar 
Outros de outra coisa 
Pois o que vende o fresco 
Não vende o salgado 
Nem também o seco 
Na terra em harmonia 
Perfeita e suave 
das margens do rio 
Por este rio acima 

Meu sonho 
Quanto eu te quero 
Eu nem sei 
Eu nem sei 
Fica um bocadinho mais 
Que eu também 
Que eu também 
meu bem 

Por este rio acima 
Deixando para trás 
A côncava funda 
Da casa do fumo 
Cheguei perto do sonho 
Flutuando nas águas 
Dos rios dos céus 
Escorre o gengibre e o mel 
Sedas porcelanas 
Pimenta e canela 
Recebendo ofertas 
De músicas suaves 
Em nossas orelhas 
leve como o ar 
A terra a navegar 
Meu bem como eu vou 
Por este rio acima
Música: Rosalinda
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 23:50

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

'Navegar navegar' - Fausto

Navegar navegar 
Mas ó minha cana verde 
Mergulhar no teu corpo 
Entre quatro paredes 
Dar-te um beijo e ficar 
Ir ao fundo e voltar 
Ó minha cana verde 
Navegar navegar 


Quem conquista sempre rouba 
Quem cobiça nunca dá 
Quem oprime tiraniza 
Naufraga mil vezes 
Bonita eu sei lá 

Já vou de grilhões nos pés 
Já vou de algemas nas mãos 
De colares ao pescoço 
Perdido e achado 
Vendido em leilão 
Eu já fui a mercadoria 
Lá na praça do Mocá 
Quase às avé-marias 
Nos abismos do mar 


navegar navegar... 


Já é tempo de partir 
Adeus morenas de Goa 
Já é tempo de voltar 
Tenho saudades tuas 
Meu amor 
De Lisboa 
Antes que chegue a noite 
Que vem do cabo do mundo 
Tirar vidas à sorte 
Do fraco e do forte 
Do cimo e do fundo 
Trago um jeito bailarino 
Que apesar de tudo baila 
No meu olhar peregrino 
Nos abismos do mar
Música: Navegar, navegar
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 23:47

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

'O barco vai de saída' - Fausto

O barco vai de saída
Adeus ó cais de alfama
Se agora vou de partida
Levo-te comigo ó cana verde
Lembra-te de mim ó meu amor
Lembra-te de mim nesta aventura
P´ra lá da loucura
P´ra lá do equador


Ah! mas que ingrata ventura bem me posso queixar
Da pátria a pouca fartura
Cheia de mágoas ai quebra mar
Com tantos perigos ai minha vida
Com tantos medos e sobressaltos
Que eu já vou aos saltos
Que eu vou de fugida


Sem contar essa história escondida
Por servir de criado a essa senhora
Serviu-se ela também tão sedutora
Foi pecado
Foi pecado
E foi pecado sim senhor
Que vida boa era a de lisboa


Gingão de roda batida
Corsário sem cruzado
Ao som do baile mandado
Em terras de pimenta e maravilha
Com sonhos de prata e fantasia
Com sonhos da cor do arco-íris
Desvairas se os vires
Desvairas magia


Já tenho a vela enfunada
Marrano sem vergonha
Judeu sem coisa sem fronha
Vou de viagem ai que largada
Só vejo cores ai que alegria
Só vejo piratas e tesouros
São pratas são ouros
São noites são dias


Vou no espantoso trono das águas
Vou no tremendo assopro dos ventos
Vou por cima dos meus pensamentos
Arrepia
Arrepia
E arrepia sim senhor
Que vida boa era a de lisboa


O mar das águas ardendo
O delírio dos céus
A fúria do barlavento
Arreia a vela e vai marujo ao leme
Vira o barco e cai marujo ao mar
Vira o barco na curva da morte
Olha a minha sorte
Olha o meu azar


E depois do barco virado
Grandes urros e gritos
Na salvação dos aflitos
Esfola, mata, agarra
Ai quem me ajuda
Reza, implora, escapa
Ai que pagode
Reza tremem heróis e eunucos
São mouros são turcos
São mouros acode


Aquilo é uma tempestade medonha
Aquilo vai p´ra lá do que é eterno
Aquilo era o retrato do inferno
Vai ao fundo
Vai ao fundo
E vai ao fundo sim senhor
Que vida boa era a de lisboa.
Música: O barco vai da saida
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 23:43

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Procura a tua música..

 

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
19
20
25
26
27
28
29
30
31

Sons recentes

'Donna' - João Tiago Silv...

'Oh Donna' - Ritchie Vale...

'Suavemente' - Elvis Cres...

'Behind blue eyes' - Limp...

'El beso del final' - Chr...

'Do you only wanna dance'...

Christina Aguilera - 'El ...

Sting - 'Fields of glod'

Axelle Red - 'Parce que c...

Air Supply - 'All Out Of ...

Sótão dos sons antigos..

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Músicas do blog

caetano veloso(3)

chico buarque(4)

enya(6)

era(3)

evanescence(3)

fausto(3)

glee(22)

kate bush(3)

madonna(18)

mafalda veiga(3)

michael buble(4)

nickelback(3)

pedro khima(3)

richard marx(3)

rita guerra(5)

sarah mclachlan(3)

silence 4(3)

sting(3)

susana felix(3)

zeca afonso(8)

todas as tags

Links

Descubram-me no abrigo das palavras

blogs SAPO

Subscrever feeds