Quarta-feira, 2 de Maio de 2007

'Saudades de Coimbra' - Zeca Afonso


Oh Coimbra do Mondego
e dos amores que eu lá tive [bis]
quem te não viu anda cego
quem te não ama não vive
quem te não viu anda cego
quem te não ama não vive

Do Choupal até à Lapa
foi Coimbra meus amores [bis]
e sombra da minha capa
deu no chão abriu em flores [bis]
Música: Saudades de Coimbra
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 20:37

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 29 de Abril de 2007

'Natal dos simples' - Zeca Afonso


Vamos cantar as janeiras
Vamos cantar as janeiras
Por esses quintais adentro vamos
As raparigas solteiras
Vamos cantar orvalhadas
Vamos cantar orvalhadas
Por esses quintais adentro vamos
As raparigas casadas
Vira o vento e muda a sorte
Vira o vento e muda a sorte
Por aqueles olivais perdidos
Foi-se embora o vento norte
Muita neve cai na serra
Muita neve cai na serra

Só se lembra dos caminhos velhos
Quem tem saudades da terra
Quem tem a candeia acesa
Quem tem a candeia acesa
Rabanadas pao e vinho novo
Matava a fome à pobreza
Já nos cansa esta lonjura
Já nos cansa esta lonjura
Só se lembra dos caminhos velhos
Quem anda à noite à ventura
Música: Natal dos simples
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 11:17

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

'A morte saiu à rua' - Zeca Afonso


A morte saiu à rua num dia assim
Naquele lugar sem nome para qualquer fim
Uma gota rubra sobre a calçada cai
E um rio de sangue de um peito aberto sai

O vento que dá nas canas do canavial
E a foice duma ceifeira de Portugal
E o som da bigorna como um clarim do céu
Vão dizendo em toda a parte o Pintor morreu

Teu sangue, Pintor, reclama outra morte igual
Só olho por olho e dente por dente vale
À lei assassina, à morte que te matou
Teu corpo pertence à terra que te abraçou

Aqui te afirmamos dente por dente assim
Que um dia rirá melhor quem rirá por fim
Na curva da estrada há covas feitas no chão
E em todas florirão rosas de uma nação
Música: A morte saiu à rua
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 11:17

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

'Grandola, Vila Morena' - Zeca Afonso


Grândola, vila morena
Terra da fraternidade
O povo é quem mais ordena
Dentro de ti, ó cidade

Dentro de ti, ó cidade
O povo é quem mais ordena
Terra da fraternidade
Grândola, vila morena

Em cada esquina, um amigo
Em cada rosto, igualdade
Grândola, vila morena
Terra da fraternidade

Terra da fraternidade
Grândola, vila morena
Em cada rosto, igualdade
O povo é quem mais ordena

À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade
Jurei ter por companheira
Grândola, a tua vontade

Grândola a tua vontade
Jurei ter por companheira
À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade
Música: Grandola, vila morena
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 11:17

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

'Menina dos olhos tristes' - Zeca Afonso



(José Afonso/Reinaldo Ferreira)

Menina dos olhos tristes
O que tanto a faz chorar
o soldadinho não volta
do outro lado do mar

Vamos senhor pensativo
olhe o cachimbo a apagar
o soldadinho não volta
do outro lado do mar
Senhora de olhos cansados
porque a fatiga o tear
o soldadinho não volta
do outro lado do mar

Anda bem triste um amigo
uma carta o fez chorar
o soldadinho não volta
do outro lado do mar

A lua que é viajante
é que nos pode informar
o soldadinho já volta
está mesmo quase a chegar

Vem numa caixa de pinho
do outro lado do mar
desta vez o soldadinho
nunca mais se faz ao mar
Música: Menina dos olhos tristes
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 11:17

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

'Vejam bem' - Zeca Afonso


Vejam bem
que não há só gaivotas em terra
quando um homem se põe a pensar
quando um homem se põe a pensar

Quem lá vem
dorme à noite ao relento na areia
dorme à noite ao relento no mar
dorme à noite ao relento no mar

E se houver
uma praça de gente madura
e uma estátua
e uma estátua de de febre a arder

Anda alguém
pela noite de breu à procura
e não há quem lhe queira valer
e não há quem lhe queira valer

Vejam bem
daquele homem a fraca figura
desbravando os caminhos do pão
desbravando os caminhos do pão

E se houver
uma praça de gente madura
ninguém vem levantá-lo do chão
ninguém vem levantá-lo do chão

Vejam bem
que não há só gaivotas em terra
quando um homem
quando um homem se põe a pensar

Quem lá vem
dorme à noite ao relento na areia
dorme à noite ao relento no mar
dorme à noite ao relento no mar
Música: Vejam bem
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 11:17

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

'Traz outro amigo também' - Zeca Afonso



Amigo
Maior que o pensamento
Por essa estrada amigo vem
Por essa estrada amigo vem
Não percas tempo que o vento
É meu amigo também
Não percas tempo que o vento
É meu amigo também

Em terras
Em todas as fronteiras
Seja bem vindo quem vier por bem
Se alguém houver que não queira
Trá-lo contigo também

Aqueles
Aqueles que ficaram
(Em toda a parte todo o mundo tem)
Em sonhos me visitaram
Traz outro amigo também
Música: Traz outro amigo também
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 11:17

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 25 de Abril de 2007

'Canção de embalar' - Zeca Afonso


Dorme meu menino a estrela d'alva
Já a procurei e não a vi
Se ela não vier de madrugada

Outra que eu souber será pra ti
ô ô ô ô ô ô ô ô ô ô ô ô (bis)
Outra que eu souber na noite escura
Sobre o teu sorriso de encantar
Ouvirás cantando nas alturas
Trovas e cantigas de embalar
Trovas e cantigas muito belas
Afina a garganta meu cantor
Quando a luz se apaga nas janelas
Perde a estrela d'alva o seu fulgor
Perde a estrela d'alva pequenina
Se outra não vier para a render
Dorme quinda à noite é uma menina
Deixa-a vir também adormecer
Música: Canção de embalar
Músicas do blog:
Publicado por Anamel às 11:45

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Procura a tua música..

 

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
19
20
25
26
27
28
29
30
31

Sons recentes

'Saudades de Coimbra' - ...

'Natal dos simples' - Zec...

'A morte saiu à rua' - Ze...

'Grandola, Vila Morena' -...

'Menina dos olhos tristes...

'Vejam bem' - Zeca Afonso

'Traz outro amigo também'...

'Canção de embalar' - Zec...

Sótão dos sons antigos..

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Deixa o teu comentário..

Músicas do blog

caetano veloso(3)

chico buarque(4)

enya(6)

era(3)

evanescence(3)

fausto(3)

glee(22)

kate bush(3)

madonna(18)

mafalda veiga(3)

michael buble(4)

nickelback(3)

pedro khima(3)

richard marx(3)

rita guerra(5)

sarah mclachlan(3)

silence 4(3)

sting(3)

susana felix(3)

zeca afonso(8)

todas as tags

Queres mais musicas?


Letras de Músicas

Links

Abrigo para embalar....

↑ Grab this Headline Animator

Escrever email:

Delivered by FeedBurner

 Subscrever Abrigo para embalar..

Descubram-me no abrigo das palavras

blogs SAPO

Subscrever feeds

Créditos